Relaxe e desfrute dos dias de folga, mas não descuide da dieta, sob o risco de voltar à rotina acima do peso. Veja como cortar calorias – da caipirinha ao sorvete.
Na praia:
- prefira comer um espetinho de carne magra sem acompanhamentos
- melhor saborear uma espiga de milho sem manteiga 
- fuja das frituras
- leve frutas e sanduíches magros
- prefira picolé de frutas, mas não exagere!
 
Na hora do lanche

Em vez de comer apenas uma maçã, acrescente uma castanha do Pará na hora do lanche. A digestão (lenta) da gordura da castanha vai fazer com que a frutose da maçã também seja absorvida mais devagar. Resultado: um período maior de saciedade.
Dolce far niente

Após o banho de mar ou piscina, no final da tarde, pode bater a vontade de comer um doce.Vá de picolé de frutas.

Evite os molhos


Nas férias, muita gente pensa, Ah, estou de férias. Mas se você economizar nos adicionais dos pratos com certeza sairá ganhando. Quando for comer salada, lembre-se sempre de pedir que o molho seja servido à parte e de preferência não consuma. Prefira limão e um fio de azeite.
 
Nada instantâneo

É prático e acaba sendo uma tentação para quem está de férias. Mas vale a pena saber que os alimentos semi-preparados são mais calóricos. Para cozinhar em três minutos em vez dos 10 que seriam necessários, a indústria alimentícia usa um processo de fabricação que altera a arquitetura dos carboidratos. É como se esse alimento já tivesse passado pela primeira parte do processo de digestão. Essa economia de tempo se transforma em acúmulo de gordura, pois a absorção desses alimentos sempre é bem mais rápida.
 
Isso não se aplica às massas de grão duro, que também ficam prontas em minutos, mas devem ser consumidas “al dente” —dessa forma, caberá ao organismo realizar todas as etapas da digestão, diminuindo o ritmo da absorção.Vale a pena lembrar: massa empapuçada = absorção rápida = calorias extras.
 
Aposte nos alimentos crus

Quanto maior o tempo de cozimento, maior a digestão prévia do alimento e, conseqüentemente, menos “trabalho” para o organismo. Entre a cenoura crua ou cozida, fique com a primeira opção: a insulina vai ser liberada lentamente, dificultando o processo de armazenamento de gorduras. Além disso, a própria mastigação contribui na queima calórica. Escolha sempre o caminho mais ‘difícil’. Prefira comer a fruta em vez de beber o suco.
 
Exagerou? Claras!

A clara de ovo é a fonte mais pura de proteínas. Depois de algum excesso, compense na refeição seguinte comendo uma omelete com quatro claras e apenas uma gema. Se desejar, acrescente espinafre para incrementar o sabor. Além de saciar, o ovo contém albumina, substância que age como um ‘chupador’ de líquidos. 

Não saia de casa sem…

Está certo que você está de férias, mas não custa levar alguns alimentos para aquele momento de fome fora de hora. Assim você não cai na tentação de comer um pastel ou algo pior. Portanto, não saia de casa sem:

– Garrafinhas de água
- Frutas picadinhas ou desidratadas
- Castanhas
- Barrinhas de sementes ou de cereais

*** O texto acima é de responsabilidade do autor. Para dúvidas sobre o conteúdo do texto, deixe seu comentário ou entre em contato com o autor através dos contatos disponibilizados em sua assinatura.

Liga da Saúde